17° Mostra do Filme livre – 2018

Elenco / com Fernando Bohrer, Rubens Barbot, Carolina Virgüez, Jacob Herzog, Igor Angelkorte, Chandelly Braz, Paula Vilela

Direção / Igor Angelkorte, Julia Ariani, Paula Vilela

Roteiro / Igor Angelkorte, Julia Ariani, Paula Vilela

Produção / Paula Vilela

Sinopse / Mesclando realidade e ficção, o filme acompanha um professor-artista de 74 anos que diante de um problema de saúde segue uma rotina preenchida de projetos e desejos no Brasil hoje.

Anúncios

Festa Dia das Crianças 2017

Em parceria com o Polo Cultural Lar Maria & Sininha, o Mascate
Cineclube participou da Festa Dia das Crianças 2017 na Associação Lar Maria & Sininha na Mata Virgem/ Eldorado, com sessões cineclubes com filmes e animações
para o publico infantil.

27/08 – Mostra do Filme Livre 2016

SESSÃO LONGA LIVRE
Dia 27 de Agosto de 2016 (Sábado) às 19h exibição gratuita do filme “Mataram Meu Irmão”.

Mataram Meu Irmão - Mostra de Filmes Livre 2016 - Mascate Cineclube

Sinopse:
Reconstituindo os detalhes da morte de seu irmão, Rafael Burlan da Silva, ocorrida há 12 anos, o cineasta Cristiano Burlan lança-se a uma jornada pessoal que conduz ao coração de um círculo de violência em torno dos bairros da periferia paulistana – como o Capão Redondo, onde morava a família e o irmão, de 22 anos, foi morto com sete tiros, em 2001. Explorando as razões do envolvimento do irmão com drogas e roubo de carros, o diretor expõe partes de sua própria história familiar, ouvindo parentes e amigos, cujos depoimentos trazem à tona os destinos de diversos personagens, mapeando o histórico de dolorosas feridas emocionais.

Mataram Meu Irmão - - Mostra de Filmes Livre 2016 - Mascate Cineclube

Direção: Cristiano Burlan
Duração: 77min
UF/Ano: SP/2013
Classificação Indicativa: 12 anos
Equipe: Direção: Cristiano Burlan / Produção e Produção Executiva: Natália Reis / Fotografia E Câmera: Rafael Nobre / Som Direto: Elionai Dias / Montagem: Lincoln Péricles e Cristiano Burlan / Trilha Original: Guilherme Garbato e Gustavo Garbato

Contato: Bela Filmes – contato@belafilmes.com
Facebook: http://facebook.com/belafilmes
Website: http://www.belafilmes.com

Mostra de Filme Livre 2016
Mataram Meu Irmão
27 de Agosto de 2016 às 19h
Informações:
mflcineclubes@gmail.com

JAMAC – Jardim Miriam Arte Clube
Rua Maria Balades Corrêa, 8 (MAPA)
Travessa da av: Angêlo Cristianini
Proximo a 98º DP
Jardim Luso – São Paulo

30/07 – Mostra do Filme Livre 2016

SESSÃO LONGA LIVRE
Dia 30 de Julho de 2016 (Sábado) às 18h exibição gratuita do filme “A Seita”.

Clique Aqui e confirme presença no evento no Facebook (*não obrigatório)

A Seita - Mostra de Filmes Livre 2016 - Mascate Cineclube

Sinopse:
“ Ambientando em um futuro com estética retrô, o filme se constrói sobre um movimento de resistência aos imperativos de uma sociedade que aboliu o sono da humanidade. Seu protagonista, imerso em lânguida melancolia, reflete uma elite consumista, entediada e esvaziada de interesses políticos. Com sua elegância afetada, ele perambula pela cidade resgatando memórias e se divertindo com vários homens, até se encontrar obcecado pelo grupo que tem o sonho de Recife nas mãos: uma misteriosa (e maravilhosa) seita que deseja restabelecer a importância que o sonho sempre teve na realidade humana. É através do sonho que descobrimos nossos papéis como criadores de realidades, o que o preenche com um teor político revolucionário. André Antônio cria uma bela atmosfera onírica para tecer sua trama, filmando Recife como se fosse um sonho, com sua câmera a flanar pelos espaços, indiferente aos atores, além de uma direção de arte nostálgica, retrô. Um filme jovem, político e inquietante, representando o prolífero cinema recifense e seus laços com a produção queer. Diego Franco ”

Este slideshow necessita de JavaScript.

2040 foi um ano importante pra mim por duas ra­zões. A primeira é que foi o ano em que eu decidi deixar as Colônias Espaciais e voltar a morar no Recife. A segunda é que foi em 2040 que eu des­co­bri a existência da Seita.

Direção: André Antônio
Duração: 71min
UF/Ano: PE/2015
Classificação Indicativa: 16 anos
Equipe: Roteiro e direção: André Antônio. Fotografia: Breno César / Som: Guga Rocha. Montagem: Chico Lacerda / Direção de arte: Thales Junqueira / Figurino: Alysson Santos e Paulo Ricardo / Maquiagem: Lúcio Galvão / Produção: Dora Amorim / Empresas produtoras: Surto & Deslumbramento e Ponte Produções / Elenco: Pedro Neves, Ericka Rolim, Felipe Araújo, Júlio Emílio, Paulo Faltay e Sosha.
Elenco: Pedro Neves, Ericka Rolim, Felipe Araújo, Júlio Emílio, Paulo Faltay e Sosha.
Contato: André Antônio – andrebarbosa3@gmail.com
Facebook: https://www.facebook.com/Deslumbramento
Website: http://deslumbramento.com

Mostra de Filme Livre 2016
A Seita
30 de Julho de 2016 às 18h
Informações:
mflcineclubes@gmail.com

JAMAC – Jardim Miriam Arte Clube
Rua Maria Balades Corrêa, 8 (MAPA)
Travessa da av: Angêlo Cristianini
Proximo a 98º DP
Jardim Luso – São Paulo

Exibição Gratuita de Filme

“A Nação Que Não Esperou por Deus”

Documentário | 89 min. Dir.: Lucia Murat e Rodrigo H Inrichse
seguido de bate papo com Wiryçar, da etnia Kariri-Xocó.

Wiryçar é natural da cidade Porto Real do Colégio – Alagoas. Mora em SP. Faz trabalho como educador, nas escolas, divulgando a historia e cultura indígena. Trabalha no SESAI: Secretaria Especial de Saúde Indígena.

Clique Aqui  para confirmar presença no Facebook (não é obrigatório se inscrever)

Mascate Outubro

A NAÇÃO QUE NÃO ESPEROU POR DEUS.
O longa foi filmado no Mato Grosso do Sul, na reserva dos índios kadiwéus, onde os cineastas Lucia Murat e Rodrigo Hinrichsen mostram o impacto da chegada da eletricidade na região em paralelo aos impasses decorrentes de conflitos com pecuaristas pela posse da terra.

MASCATE CINECLUBE - JAMAC - A NAÇÃO QUE NÃO ESPEROU POR DEUS

Sinopse:
Quinze anos depois de realizar “Brava Gente Brasileira”, Lucia Murat volta ao Mato Grosso do Sul para registrar o impacto provocado na reserva kadiwéu pela chegada da eletricidade e com ela a televisão. Mas ao chegar encontra a comunidade na luta pela retomada de suas terras, invadidas por pecuaristas, Os desafios dessa nova identidade indígena, dividida entre a reserva e a cidade, para onde se deslocaram parte dos kadiwéus, surge em toda a sua complexidade, influenciada ainda pela instalação de cinco igrejas evangélicas na reserva.

Trailer:

Ficha técnica:
A NAÇÃO QUE NÃO ESPEROU POR DEUS
 2015 | Brasil | Documentário | 89 min.
Dir.: Lucia Murat e Rodrigo Hinrichsen
Com a participação de: Ademir Matchua, Adeilson Silva, Alvanir Matchua, Aracy Matchua, Daniel Matchua, Edna Marcelino, Lair Silva, Hilario Silva, José Marcelino, Reinaldo Marcelino, Sandra Silva, Vanessa Marcelino e a comunidade Kadiwé

JAMAC – Jardim Miriam Arte Clube
Dia 17 de Outubro às 19h30
Informações:
Telefone: (11) 3439-9074

Rua Maria Balades Corrêa, 8 (MAPA)
Travessa da av: Angêlo Cristianini
Proximo a 98º DP
Jardim Luso – São Paulo

Mostra Gratuita de Filmes LGBT no JAMAC

Jamac Cinema Digital

Para comemorar o mês do orgulho LGBT dia 20 de junho a partir das 15h o JAMAC fará uma sessão especial com pipoca e caldo verde, tudo isso de graça, participe!

Mostra Gratuita de Filmes LGBT no JAMAC

Exibição dos filmes:
15h – Kids are All Right – (Minhas Mães e Meu Pai 2010)
17h – Prayers for Bobby – (Orações para Bobby 2009)

Clique aqui e confirme sua presença no evento pelo Facebook (não é necessário)
*Exibições de filmes sujeito a lotação

Sinopses:
Prayers for Bobby – (Orações para Bobby 2009)
Mary (Sigourney Weaver) é uma cristã devota que segue à risca as doutrinas da Igreja Presbiteriana. Quando seu filho Bobby (Ryan Kelley) revela ser homossexual, ela passa a submetê-lo a terapias e ritos religiosos com o intuito de “curá-lo”. No entanto, Bobby não suporta a pressão e se atira de uma ponte, encerrando sua vida, cometendo suicídio aos vinte anos de idade. Depois desse fato, Mary…

Ver o post original 168 mais palavras